UBERLÂNDIA (MG) – A Polícia Federal cumpre nesta segunda-feira, em Brasília, mandados de busca e apreensão da Operação Caixa de Pandora, que investiga o chamado mensalão do dem de brasília . A ação tem como objetivo coletar provas sobre suposta participação da promotora de Justiça Deborah Guerner e do procurador-geral de Justiça do Distrito Federal, Leonardo Bandarra, no esquema comandado pelo governador cassado José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM).

Os mandados foram expedidos pelo desembargador Souza Prudente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

Guerner e Bandarra são alvos de processo disciplinar no Conselho Nacional do Ministério Público. Os integrantes do conselho detectaram “indícios fortíssimos” de envolvimento da dupla nas irregularidades. De acordo com as investigações, os promotores recebiam propina em troca de favorecimento ao então governador em investigações do Ministério Público.

Segundo reportagem da publicada em dezembro do ano passado pela revista Época, deborah teria recebido r$ 1,6 milhão em propina para liberar a realização de obras supostamente irregulares do governo Arruda.

(O Globo Online)

Anúncios