Motoristas e cobradores voltaram a realizar paralisação na manhã desta segunda-feira, 31, mesmo com ameaça de multa, prevista em liminar deferida pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) no último sábado, 29. Desta vez, a categoria realizou uma assembleia na empresa São José, bairro Parangaba, das 6 às 7 da manhã.

De acordo com Geraldo Lucena, um dos diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Ceará (Sintro), 100% dos trabalhadores da empresa. Neste período, a saída de ônibus da garagem foi suspensa.

No último sábado, O TRT determinou que caso o Sintro impedisse o acesso dos trabalhadores ao serviço, estaria sujeito a pena de pagamento de multa diária de R$ 30 mil.

(O Povo Online)