Três dias após o governador Cid Gomes (PSB) ter reafirmado, em Brasília, que seu único compromisso eleitoral até agora é apoiar o deputado federal Eunício Oliveira (PMDB) ao Senado, a militância do PT cearense lotou a sede do partido em Fortaleza, ontem à noite, para engrossar o coro em favor da pré-candidatura do petista José Pimentel a senador.

Durante o evento, o nome de Cid não foi mencionado diretamente no discurso de nenhum dos principais petistas presentes. Nas cinco faixas que enfeitaram a solenidade, havia mensagens de apoio apenas a Pimentel e à pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff & nenhuma referência, entretanto, ao governador pré-candidato à reeleição, e a quem o PT já aprovou apoio em resolução. Por outro lado, até Eunício recebeu palavras de incentivo.

Questionado, o deputado federal Eudes Xavier (PT) & um dos mais próximos à prefeita de Fortaleza e presidente estadual da sigla, Luizianne Lins & explicou que esse silêncio em relação ao governador não passa de uma manifestação de “respeito à estratégia do PSB“ & que, no Ceará, tem permanecido em silêncio quando o assunto é eleição, evitando fechar apoio à candidatura de Pimentel. “Sabemos que, informalmente, há uma relação de Cid com o senador Tasso Jereissati (PSDB), então não devemos forçar a barra com o governador“, opinou Eudes.

Principal adversário político do PT cearense, Tasso tem corrido por fora da aliança oficial em torno de Cid para garantir o apoio do Executivo estadual à sua tentativa de reeleição ao Senado, ainda que informalmente. Os petistas têm dito, entretanto, que não aceitarão qualquer tipo de aproximação entre o governador e o tucano.

Unanimidade – Não estavam presentes ao encontro nem a presidente do partido, Luizianne Lins, nem o vice-presidente, deputado federal José Guimarães. Mas, pela demonstração de ontem, a pré-candidatura de Pimentel ao Senado parece encontrar apoio em todas as forças da sigla. A decisão final sobre a candidatura só sairá, no entanto, no dia 19 de junho, durante o Encontro Estadual.

Segundo o líder da prefeita na Câmara Municipal, vereador Acrísio Sena, até lá haverá tempo para novas rodadas de negociação com Cid. Também antes dessa data, a sigla realizará sete encontros regionais no Interior do Estado, para discutir a estratégia eleitoral e reforçar o nome de Pimentel.

Tanto Acrísio quanto Eudes Xavier minimizaram as últimas declarações de Cid e evitaram polemizar. “Teremos paciência para sensibilizá-lo em relação a Pimentel“, disse o deputado federal.

EMAIS – PT REALIZA ENCONTROS

– O PT do Ceará vai realizar, de 29 de maio a 7 de junho, pré-encontros nas seis micro-regiões cearenses para discutir o programa de governo da coligação encabeçada junto com o PSB e as alianças com os demais partidos. Os resultados serão levados ao encontro estadual da legenda, previsto para 19 de junho, quando o partido vai bater o martelo sobre a indicação, ou não, de nomes ao Senado e a vice-governador.

– Nos dias 29 e 30 de maio e de 4 a 7 de junho, a executiva estadual da legenda reunirá a militância petista das regiões de Jaguaribe, Cariri, Sertão central, Centro-Sul, Região Norte e da Região Metropolitana de Fortaleza.

– São cotados para vice de Cid o ex-articulador político da prefeita Luizianne Lins, Waldemir Catanho, o ex-secretário das Cidades do Governo estadual, Joaquim Cartaxo, e o atual vice-governador, professor Francisco Pinheiro.

(O Povo Online)