O crescimento da candidatura Dilma Rousseff, apontado pelas pesquisas Vox Populi e CNT/Sensus, é consistente em todos os estados, e mesmo em São Paulo, onde José Serra tem sua maior vantagem, Dilma subiu 12 pontos entre janeiro e maio, enquanto o tucano perdeu cinco pontos percentuais.

Deve ser por isso que a demotucanada está atropelando a legislação eleitoral e botando seu candidato na marra nos programas partidários com a conivência da grande imprensa, tão atenta em qualquer fala de Lula que se refira à Dilma. Mas essa moleza deve acabar daqui pra frente com a primeira decisão do TSE suspendendo propaganda do DEM.

Novos dados da pesquisa Vox Populi referentes a nove estados, divulgados ontem à noite, mostram Dilma na liderança em sete deles e em movimento ascendente. No Rio, Dilma deu um salto de 10 pontos em relação a janeiro e lidera a disputa com 38% das intenções de voto. Serra, por sua vez, caiu oito pontos e agora está com 24%, segundo o IG. O gráfico do jornal Valor, que reproduzimos, mostra Serra com 28%.

Em Minas Gerais, Dilma cresceu sete pontos de janeiro para maio, chegou a 35% e está empatada tecnicamente com Serra, que tem 38% segundo o Valor e 39% de acordo com o IG. A margem de erro das pesquisas estaduais varia de 3,1% a 3,7%.

Em Pernambuco, Dilma massacra Serra, com 53% das intenções voto contra 24% do tucano. Ela também subiu e lidera na Bahia e no Distrito Federal, onde deu um salto monstruoso de 22 pontos. Dilma ainda leva vantagem na Paraíba e no Rio Grande do Norte, mas nesses dois estados não há dados comparativos.

Além de São Paulo, Serra só está à frente no Paraná, onde Dilma é desconhecida por mais da metade do eleitorado (51%). Mesmo assim, ela subiu nove pontos em relação a janeiro e alcançou 32% das intenções de voto, contra 44% de Serra, que é conhecido por 65% do eleitorado e perdeu dois pontos.

Por esta pesquisa, a tendência de Dilma é de crescimento e Serra vem descendo a ladeira. Vai ser difícil para os demotucanos taparem o sol com a peneira.

(www.tijolaco.com.br)