Os brasileiros terão que trabalhar até a próxima sexta-feira (28) só para pagar os impostos devidos aos governos federal, estadual e municipal, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

Segundo a pesquisa, os contribuintes comprometem 40,54% do rendimento bruto só com impostos. Em 2003, quando teve início o levantamento, impostos e tributos comprometiam 36,98% do rendimento bruto.

De acordo com o IBPT, o brasileiro trabalha hoje o dobro do que trabalhava na década de 1970 para pagar impostos. Em 2009, os contribuintes terminaram de pagar ao governo um dia antes, em 27 de maio.

“Utilizando-se dessa mesma metodologia, os cidadãos brasileiros estão entre os que mais pagam impostos no mundo (148 dias), perdendo apenas para a Suécia (185 dias) e a França (149 dias). Estes são os índices dos demais países: Espanha (137 dias), EUA (102 dias), Argentina (97 dias), Chile (92 dias) e México (91 dias)”, diz o Instituto em nota.

(Portal G1)

Anúncios