O uso sustentável da biodiversidade já traz ganhos financeiros para comunidades tradicionais no Brasil, especialmente na Amazônia.

Vinte e seis comunidades extrativistas que fornecem insumos para a empresa de cosméticos Natura receberam, em 2009, R$ 5,5 milhões em recursos referentes ao uso de plantas, frutos, raízes e outros ativos naturais.

A remuneração inclui o fornecimento de insumos, a repartição de benefícios por acesso ao patrimônio genético ou conhecimento tradicional, apoio financeiro às comunidades, pagamento por uso de imagem, capacitação, certificação e manejo. No total, mais de 2 mil famílias foram beneficiadas com esses pagamentos, segundo Marcos Vaz, diretor de sustentabilidade da Natura. Os dados foram apresentados ontem durante o seminário “Abastecendo com Respeito” realizado pela União pelo Biocomércio Ético (UEBT, na sigla em inglês).

(Agência Estado)

Anúncios