A Contraf-CUT tem negociações com as direções dos três maiores bancos privados em atividade no país nesta terça-feira, 18. A representação dos trabalhadores buscará melhores condições de trabalho e remuneração para os bancários de Itaú Unibanco, Bradesco e Santander. Os três encontros acontecem em São Paulo.

No Itaú Unibanco, o principal tema em discussão é o Programa de Complementação dos Resultados (PCR). Em negociação ocorrida nesta segunda-feira, o banco recuou de sua decisão e garantiu o pagamento do PCR para todos os bancários sem desconto de outros programas próprios de remuneração variável. A empresa ficou de apresentar nesta terça, às 18h, nova proposta com valores maiores do que os R$ 1.600 oferecidos até o momento e rejeitados pelos bancários.

> Clique aqui para saber mais sobre a negociação com o Itaú Unibanco

A reunião com o Bradesco para a retomada do processo de negociação ocorre, às 16h30. Os bancários cobrarão reivindicações da Campanha de Valorização dos Funcionários, desenvolvida pelo movimento sindical no ano passado. Entre as principais itens estão auxílio-educação, Plano de Carreira, Cargos e Salários, livre acesso de dirigentes sindicais aos locais de trabalho e realização dos cursos do Treinet dentro da jornada de trabalho.

> Clique aqui para saber mais sobre a negociação com o Bradesco

Às 15h, acontece nova reunião do Comitê de Relações Trabalhistas (CRT) do Santander, fórum de negociação permanente conquistado no acordo aditivo à convenção coletiva. Estarão em discussão os temas que ficaram pendentes da última reunião, ocorrida no dia 29 de abril, como emprego, condições de trabalho e previdência complementar, dentre outros.

> Clique aqui para saber mais sobre a negociação com o Santander

(Contraf-CUT)

Anúncios