Rio de Janeiro – A senadora Maria Silva foi homologada candidata do Partido Verde (PV) à Presidência da República, numa festa na casa de espetáculos Rio-Sampa, em Nova Iguaçu, município da Baixada Fluminense. Na festa, foi anunciado também o nome do pré-candidato a vice-presidente, o empresário Guilherme Leal, presidente do grupo Natura. A pré-convenção também serviu para anunciar a pré-candidatura do deputado federal Fernando Gabeira ao governo do estado do Rio pelo PV.

A senadora Marina Silva disse que Leal é “um dos empresários mais interessados na questão da sustentabilidade”. Marina disse ainda que o partido está fazendo alianças com empresários e políticos que tenham visão de futuro e interesse nas causas nacionais: “O Guilherme Leal está inteiramente alinhado com os propósitos das questões do Século 21”.

O empresário disse que vai se desligar, ainda nesta semana, do Conselho de Administração da Natura. E afirmou que decidiu apoiar Marina Silva “muito antes que ela me escolhesse para ser seu vice na chapa”.

A senadora falou das linhas gerais do projeto de campanha do PV à Presidência, que está em fase final de elaboração. Ela disse que um dos pontos principais, que está na base do programa, é o desenvolvimento sustentável. Ela explicou que esse desenvolvimento se desdobra em educação de qualidade, capaz de dar aos jovens a possibilidade de acesso ao primeiro emprego e que “dentro das universidades a gente dê tecnologia e inovação para dar resposta aos dilemas que estamos enfrentando”.

Marina Silva falou também que é preciso pensar em desenvolvimento sustentável a partir de uma visão de infraestrutura. “Isso porque o Brasil não tem um programa de infraestrutura na área de energia, de telecomunicações, de logística para o escoamento da produção”.

A pré-candidata do PV à Presidência disse que outro ponto do programa de governo dela é a inclusão social. E fez uma avaliação do que pode ser mudado no Bolsa Família, o principal programa de distribuição de renda no país. Para ela, programas como o Bolsa Família devem ser voltados para a “inclusão produtiva”, que ofereça “uma bolsa de oportunidades para as pessoas que vai da educação até a capacitação, o treinamento de pessoas para que elas possam ter acesso a uma ocupação remunerada”.

A convenção do PV para o lançamento da candidatura do deputado federal Fernando Gabeira ao governo do estado do Rio está marcada para o próximo domingo (23).

(Correio Brasiliense)