A tendência mais forte no grupo Marquise hoje é pela escolha da marca Estação Parangaba para o centro de compras que pretende começar a erguer a partir de agosto. Faltam duas âncoras para a Marquise fechar a locação das sete totais. As duas vagas são para lojas de eletrodomésticos. Confirmadas já há Riachuelo, C&A, Marisa, Esplanada e Centauro.

O diretor-presidente do Grupo Marquise, José Carlos Pontes, disse à Coluna que o cronograma está mantido. Não havendo demora na aprovação do projeto na Prefeitura, começa as obras em agosto. A abertura do equipamento ele pretende fazer já em novembro de 2001, mirando no natal. O novo shopping está orçado em R$ 160 milhões. As chamadas lojas-satélites serão 302. No projeto, 23 lojas maiores.

(Coluna Vertical, Jornal O Povo)