A expectativa era grande para a convocação dos santistas Neymar e Paulo Henrique Ganso para a seleção brasileira que vai disputar a Copa do Mundo na África do Sul, mas o técnico Dunga os deixou fora da lista. Em Santos, o elenco do Peixe aguardava ansioso pelo anúncio dos 23 nomes. Porém, o final não foi feliz.

Ganso e Robinho assistem à convocação no hotel
Ganso e Robinho assistem à convocação em hotel (Foto: Divulgação/Assessoria de Imprensa do Santos)

Com o semblante fechado, Paulo Henrique Ganso não quis falar com o batalhão de repórteres que estava esperando por uma declaração. Ele foi levado para dentro do ônibus pelos seguranças do clube – nesta tarde, a delegação alvinegra viaja para Porto Alegre, onde encara o Grêmio, pelas semifinais da Copa do Brasil.

– Não tive tempo de conversar com o Neymar e com o Ganso, mas é claro que todo jogador que espera uma convocação e não é convocado fica triste – disse o atacante Robinho, um dos quatro chamados por Dunga para a posição.

Fora do duelo contra o Grêmio por estar suspenso, Neymar não viajará com o elenco santista para o sul do país. Até por isso, ele conseguiu driblar facilmente a imprensa que o esperava em Santos. Enquanto Robinho dava entrevista na porta da concentração, o jovem atacante saiu por outra porta e foi para casa.

A volta ao Santos ajudou na minha convocação, mas não foi fundamental. Já vinha construindo um trabalho na seleção”.

Robinho – Robinho, aliás, falou sobre a sua mais do que esperada convocação. Ele acredita que a transferência do Manchester City, onde era reserva, para o Santos, onde é uma das estrelas, foi importante para ele estar na Copa, mas não fundamental.

– A volta ao Santos ajudou na minha convocação, mas não foi fundamental. Já vinha construindo um trabalho na seleção – declarou o camisa 7 do Peixe.

A seleção brasileira inicia sua preparação para o Mundial de 2010 no dia 20 de maio, em Curitiba. No dia 26, a delegação embarca para África do Sul.

(Globo Esporte)