A seleção brasileira ultrapassou a espanhola e reassumiu a liderança do ranking da Fifa, atualizado mensalmente pela entidade e divulgado nesta quarta-feira, quando restam menos de 50 dias para o início da Copa do Mundo na África do Sul. Esta é a sétima vez que o Brasil, que está com 1.611 pontos, ocupa a liderança da lista, criada em 1993 pela entidade máxima do futebol.

Os atuais campeões da Eurocopa estavam em primeiro lugar do ranking nos últimos cinco meses e agora estão na segunda colocação, com 1.565 pontos. Com a volta do domínio brasileiro, o país completa 143 meses na liderança do ranking da Fifa.

Semifinalista da última Copa do Mundo e adversário do Brasil no Grupo G do Mundial da África do Sul, a seleção de Portugal assumiu a terceira colocação, com 1.249 pontos, ultrapassando a Holanda, que tem 1.221. Elas são seguidas por Itália e Alemanha. Já a Argentina subiu duas posições e agora está em sétimo lugar, enquanto a França caiu duas posições e ocupa a décima colocação.

Outras duas mudanças ocorreram no Top 10 do ranking da Fifa. A Inglaterra perdeu uma posição e está em oitavo lugar. Já a Croácia foi uma das seleções a superar a França e está na nona posição.

Primeiro adversária do Brasil na Copa do Mundo, a Coreia do Norte é a pior seleção entre as que vão jogar na África do Sul. A seleção asiática está apenas em 106º lugar, com 292 pontos. Já a Costa do Marfim, que será o outro rival brasileiro, ocupa a 27ª colocação no ranking da Fifa, com 846 pontos.

As alterações neste mês aconteceram principalmente por conta da desvalorização de resultados de anos anteriores, já que apenas cinco partidas foram contabilizados para o ranking de abril da Fifa.

RANKING DA FIFA
Edição de 28 de abril

1.º –  Brasil, 1.611 pontos
2.º –  Espanha, 1.565
3.º –  Portugal, 1.249
4.º –  Holanda, 1.221
5.º –  Itália, 1.184
6.º – Alemanha, 1.107
7.º –  Argentina, 1.084
8.º –  Inglaterra 1.068
9.º –  Croácia, 1.052
10.º –  França, 1.044
11.º –  Rússia, 1.003
12.º –  Grécia, 968
13.º –  Egito, 967
14.º –  Estados Unidos, 950
15.º –  Chile, 948
16.º –  Sérvia, 944
17.º –  México, 936
18.º –  Uruguai, 902
19.º – Camarões, 887
20.º –  Nigéria e Austrália, 883

(Estadão Online)

Anúncios