RIO – O número de mortos no terremoto que abalou o condado de Yushu, na província chinesa de Qinghai, já chega a 760. Segundo a agência Xinhua, ainda há 243 pessoas desaparecidas e o número de feridos é de pelo menos 11.477.

Mais de sete mil homens trabalham nas equipes de resgate, enquanto caravanas de caminhões transportam alimentos e remédios aos sobreviventes.

Após reunir-se com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília, o presidente da China, Hu Jintao, decidiu hoje encurtar sua visita à América Latina e apressar o retorno a Pequim para acompanhar de perto os trabalhos de resgate em Yushu.

(O Globo Online)