Com mais de duas horas de atraso, o show artístico que fez parte das comemorações dos 284 anos de fundação de Fortaleza, lotou, ontem à noite, o Aterrinho da Praia de Iracema. Multidão essa levada, principalmente, pelas atrações musicais Moraes Moreira e Seu Jorge.

As atrações artísticas começaram às 20h30, com a apresentação de cantores locais. Aparecida Silvina abriu o show cantando o Hino de Fortaleza, depois se apresentaram Pingo de Fortaleza, Marcos Café, David Duarte e Fátima Santos.

O público de várias faixas etárias, desde cedo, ocupava os espaços do Aterrinho. Até os calçadões ficaram lotados. Fortalezenses, turistas de outros estados e até estrangeiros marcaram presença no show.

A estudante Maria Aglaís, 16, veio da Parquelândia com o namorado dizendo que não podia perder a apresentação de Seu Jorge. “Faço qualquer esforço me deslocando de ônibus, mas não quero perder o meu ídolo”, destacou a estudante.

Já o representante comercial José Santana de Albuquerque, de 49 anos, disse que foi para acompanhar a esposa, que curte o Moraes Moreira, mas o seu forte é o forró. Lamentou, portanto, o fato de a Prefeitura não ter trazido nenhuma banda do gênero para o show.

“O forró, de fato, está no sangue do nordestino, e esse ritmo não pode faltar em nenhum evento artístico”, argumentou José Santana.

Apesar do adiantado da hora devido ao atraso – o início da apresentação das atrações nacionais estava previsto para as 19h30 -, um dos grandes momentos, que fez o público cantar em coro e ir ao delírio, foi quando, às 22h20, o baiano Moraes Moreira subiu ao palco. No ritmo frenético, o público dançava e acenava para o baiano.

Antes do início de sua apresentação, o cantor, em entrevista coletiva à imprensa, falou de sua satisfação em estar mais uma vez homenageando a cidade e até recitou versos alusivos à Capital dos cearenses.

Programação –  Ontem, as festividades dos 284 anos da cidade começaram cedo, quando alvorada de fogos aconteceu nos terminais de ônibus. A criançada e a juventude ganharam manhã especial, no Parque da Liberdade (Cidade da Criança). À tarde, no CUCA Che Guevara (Barra do Ceará) aconteceu exibição do documentário “Selva de Pedra – A Fortaleza Noiada”.

(Diário do Nordeste)