A eleição indireta para governador e vice-governador do Distrito Federal terá sete chapas na disputa, no próximo sábado. O horário da eleição também mudou, passando para as 15h. Em reunião nesta terça-feira, a Mesa Diretora da Câmara Legislativa decidiu flexibilizar as regras para candidaturas, relativas ao período de desincompatibilização e filiação partidária.

A decisão foi tomada, segundo informação da presidência da Casa, após consulta ao Tribunal Regional Eleitoral e ao Ministério Público Eleitoral. A partir daí, as candidaturas foram aceitas sem a exigência de obediência aos prazos, previstos na legislação eleitoral.

Duas candidaturas foram impugnadas por falta de documentação, de acordo com a presidência da Câmara Legislativa: a chapa formada pelo PSL e PTN, com Newton Teixeira para o governo, e a candidatura do PRTB, que havia lançado o brigadeiro José Carlos Pereira para governador e o substituíra por Paulo Roberto da Silva.

A terceira chapa que ficou de fora foi a do PSDC, que tinha Virgílio Macedo como nome para o governo. O partido renunciou à disputa.

Desta forma, a eleição para o mandato tampão até dezembro terá Wilson Lima (PR), Antônio Ibañez Ruiz (PT), Rogério Rosso (PMDB), Luiz Filipe Ribeiro Coelho (PTB), Aguinaldo de Jesus (PRB), Nilton Reis (PV) e José Messias de Souza (PCdoB).

(Portal Terra)