O PT do Ceará, em hipótese alguma, vai admitir acordo formal ou informal com o PSDB do senador Tasso Jereissati, que deve postular reeleição, e priorizou que Dilma Rousseff terá palanque no Ceará. Eis uma das resoluções definidas, por unanimidade, pelo diretório estadual da legenda, que se reuniu nesta manhã de sábado, na sede do Sindicato dos Bancários do Estado, em Fortaleza. O vice-presidente estadual José Nobre Guimarães comandou a maior parte dos trabalhos. A prefeita Luizianne Lins apareceu para o encerramento dos trabalhos.

Também ficou definido que o PT apresentará o ministro José Pimentel, que se desincompatibilizará do cargo no fim deste mês, como opção ao Senado. O presidente regional do PMDB, deputado federal Eunício Oliveira, também contará com o apoio do partido na disputa para senador.

Outa resolução definida pelo diretório estadual: apoio à reeleição do governador Cid Gomes (PSB).

(O Povo Online)
Anúncios