Uma ex-estagiária, de 22 anos, da Caixa Econômica Federal de Fernandópolis, foi denunciada pelo Ministério Público Federal de Jales pelo crime de peculato – furto praticado por servidor público durante o exercício de sua função.

Segundo as investigações, a jovem teria desviado R$ 4.240 de correntistas do banco.

Para aplicar o golpe, a jovem fazia transferências indevidas e também saques irregulares das contas bancárias. As vítimas pediam auxílio à estagiária para as transações nos terminais eletrônicos e, de acordo com a denúncia, ela se aproveitava da inexperiência dos clientes para fazer as movimentações para sua conta particular.

Segundo o procurador da República em Jales, Thiago Lacerda Nobre, o crime foi descoberto após um correntista perceber que valores estavam sumindo de sua conta.

“A estagiária sempre o ajudava e, ao desconfiar da ação, o cliente procurou o gerente do banco. A jovem acabou confessando e, depois, ao ser interrogada na Polícia Federal em Jales, também confirmou o delito”, informou.

O procurador disse também que na época, a ex-estagiária devolveu uma pequena parte do dinheiro. “Ela chegou a restituir cerca de R$ 900”. Se condenada, a jovem pode pegar uma pena que varia de dois a doze anos e multa.

(Rede Bom Dia)