Pela primeira vez, o Banco do Nordeste (BNB) vai pagar a Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de forma integral, de acordo com o que está previsto na Convenção Coletiva Nacional.


Os valores variam de 1,7 a 2,7 salários, descontado o que foi antecipado. O lado negativo é que o dinheiro só vai sair no dia 19 de abril. Quanto a temas como Plano de Funções, revisão do PCR -Plano de Carreiras e Remuneração e Plano de Contribuição Variável da Capef – Caixa de Previdência, ainda não há respostas definitivas.

A negociação ocorreu na tarde desta quinta, 11, no Recife. O Sindicato dos Bancários de Pernambuco foi representado pela secretária de Bancos Federais, Daniella Almeida. A presidenta do Sindicato, Jaqueline Mello, representou a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT).

Após exatos sete meses da data base dos bancários, a direção do BNB também anunciou a assinatura formal do Acordo coletivo 2009/2010 para o próximo dia 31, em Fortaleza, com as presenças do presidente e diretor administrativo da instituição, respectivamente os senhores Roberto Smith e Oswaldo Serrano.

A Comissão de Empregados cobrou do banco a implantação do Plano de Funções em Comissão e, enquanto isso não ocorre, que os ajustes feitos nas comissões do atual plano sejam estendidos a todas as áreas. A Superintendência de Desenvolvimento Humano informou que tem um cronograma para ajustar as funções de todos os setores, sendo os próximos os agentes de desenvolvimento e as centrais de retaguarda. Adiantou que espera concluir todos os ajustes até o final deste semestre.

O Plano de Contribuição Variável (PCV) da CAPEF – Caixa de Previdência dos Funcionários, outra eterna cobrança das entidades, está agora dependendo, segundo o banco, apenas do recebimento da autorização formal da PREVIC (antiga SPC) para sua implantação, uma vez que nenhum questionamento de forma ou de mérito existe mais na esfera do Ministério da fazenda e Planejamento.

A revisão do PCR, também insistentemente cobrada, está, segundo o Banco, em fase final de ajustes técnicos e jurídicos, mas deverá ser encaminhada ao Ministério da Fazenda, para avaliação e posterior aprovação, no início do próximo mês de abril. O banco informou ainda que em 9 de abril divulgará a lista dos promovidos este ano.

O Ponto Eletrônico aguarda, segundo a empresa, as adequações exigidas pela portaria Nº 1510, do Ministério do Trabalho, publicada em 21/08/2009 e que dá nova regulamentação ao assunto no âmbito das empresas regidas pela CLT. A próxima negociação ficou agendada para o próximo dia 08 de abril.

Fonte: Seec-PE com CNFBNB

Anúncios