MORUMBI - Fachada da residência: bandidos invadiram colégio nos fundos e dali passaram para o imóvel

Ladrões levaram joias e aparelhos eletrônicos da casa do empresário e apresentador de TV Silvio Santos, no Morumbi, zona sul de São Paulo. Durante o assalto, o bando manteve como reféns uma das filhas do proprietário do SBT, a diretora artística da emissora, Daniela Beyruti, de 33 anos, e o marido dela, o empresário Marcelo Beyruti, além de dois vigias e um copeiro. Para a polícia, aparentemente, os bandidos não sabiam que estavam roubando o dono do Baú da Felicidade. Os ladrões fugiram levando na Tucson blindada do casal Beyruti o que haviam apanhado.

O caso estava sendo tratado em sigilo pela polícia, mas o encontro da Tucson por policiais militares fez com que a notícia do crime se espalhasse. De fato, às 7 horas de ontem – quatro horas e meia depois que os ladrões haviam deixado a casa do apresentador -, os PMs acharam o carro com as portas abertas abandonado na Rua Colégio Pio XII, a cerca de um quilômetro do local do crime.

Os PMs verificaram as informações sobre o dono do carro por meio da placa e foram até o endereço do apresentador. Ao chegarem na casa, encontraram policiais da Divisão Antissequestro (DAS). Os homens da DAS haviam sido chamados pela família de Silvio, que já teve a filha Patrícia sequestrada em 2001 (leia ao lado).

Os PMs informaram o 89º Distrito Policial (Portal do Morumbi), que registrou um boletim de ocorrência com as informações fornecidas pelo copeiro de Silvio. Segundo a polícia, para entrar na casa do apresentador, os bandidos invadiram o Colégio Pio XII, que fica nos fundos da residência. Dominaram um vigia e usaram uma escada para pular o muro.

Eram 22h30 de anteontem, quando os criminosos – pelo menos quatro – entraram na casa do apresentador. Um vigia e o copeiro na casa anexa à do dono do SBT – que é a de Daniela e Marcelo – também foram dominados. Com os funcionários rendidos, um dos ladrões mandou o copeiro ficar com ele na guarita esperando a chegada dos moradores enquanto seus comparsas se esconderam na casa.

Pouco depois, Daniela e o marido chegaram na Tucson. Juntos com os funcionários eles foram trancados em um quarto da casa. Nesse tempo, os bandidos apanharam as chaves da casa de Daniela e da de Silvio e reviraram as residências. Queriam saber onde era o cofre – pergunta de praxe feita por ladrões de residência -, mas o lugar não teria nenhum.

Reuniram joias, aparelhos eletrônicos e celulares e colocaram tudo na Tucson. Deixaram a casa às 2h30 de ontem. A polícia desconfia que os bandidos transferiram tudo para outro carro no lugar onde abandonaram o carro de Daniela.

Os policiais da DAS recolheram informações e praticamente descartaram a possibilidade de o caso ter sido um sequestro frustrado. A DAS é uma divisão do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), departamento que é também responsável pela apuração de roubos a casas e condomínios. Assim, as investigações do crime devem permanecer com o Deic.

Segundo a polícia, o apresentador Silvio Santos esteve em sua casa depois do crime e conversou com os policiais, a filha e o genro – o que a Assessoria de Comunicação do SBT negou. A perícia deve examinar as casas para tentar colher pistas que levem à identificação dos ladrões.

(Agência Estado)