O ministro da Justiça e pré-candidato do PT ao governo do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, afirmou nesta terça-feira que o atual secretário-executivo do ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, será o novo ministro da Justiça. A solenidade de posse do novo titular está marcada às 10h de quarta-feira, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória da Presidência da República. A transmissão de cargo de Tarso para o novo ministro da Justiça será às 11h.

Luiz Paulo Barreto é funcionário de carreira do Ministério da Justiça há mais de 25 anos. Com experiência em Direito Internacional Público e Migrações, foi Diretor do Departamento de Estrangeiros por oito anos. Sob sua responsabilidade, foi implementado o Estatuto dos Refugiados no Brasil e criado o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare).

De acordo com o Ministério da Justiça, também foi um dos principais articuladores para criação do Departamento de Recuperação de Ativos, em 2003. Auxiliou na implantação do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) e coordena, desde 2004, o Conselho Nacional de Combate à Pirataria e Delitos contra a Propriedade Intelectual (CNCP).

Redação Terra