O site de inscrições para o ProUni (Programa Universidade para Todos) exclui quatro estados. Os estudantes que tentaram consultar, durante este sábado, instituições do Acre, Amapá, Ceará e Mato Grosso do Sul na página (http://siteprouni.mec.gov.br) não conseguiram completar a pesquisa.

Segundo a assessoria do MEC (Ministério da Educação), apesar dos estados não aparecerem no site, é possível fazer a pesquisa por meio dos nomes das instituições. O ministério informou que técnicos estavam trabalhando para solucionar o problema no final da tarde de hoje. No entanto, até as 18h40, os estados permaneciam não listados no site.

As inscrições para o ProUni tiveram início hoje e vão até quarta-feira (10). O MEC vai oferecer 165 mil bolsas para 1,5 mil instituições de ensino superior em todo o país –das quais 86 mil bolsas são integrais e 79 mil parciais.

Os resultados da seleção serão divulgados no dia 13 de fevereiro. Na segunda etapa, podem ser inscrever os candidatos que não forem selecionados na primeira fase –para que tenham uma nova chance de concorrer á bolsa.

Segundo a Secretaria de Educação Superior do MEC, podem concorrer às bolsas candidatos que tenham realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em 2009 e alcançaram no mínimo 400 pontos na média das cinco notas do exame. A secretária disse que a nota é suficiente para garantir a qualidade dos alunos que vão ingressar no ProUni.

As bolsas integrais do ProUni são concedidas para alunos que tenham renda de um salário mínimo e meio por pessoa do grupo familiar. Para a meia bolsa, a faixa é de até três salários mínimos, por pessoa, do núcleo familiar.

(Folha Online)

Anúncios