Faltam poucas horas para a realização do ato de fé que levará cerca de 200 mil pessoas às areias da Praia de Iracema. O evento, que acontece, amanhã, em comemoração aos 40 anos da TV Verdes Mares, promete emocionar o público com a presença do padre Marcelo Rossi e artistas locais, às 7 horas.

Está tudo pronto. Palco, banheiros, segurança reforçada, ônibus extras, uma estrutura completa para receber os convidados especiais para o aniversário. Orações, pedidos, bênçãos e agradecimentos farão parte desse momento especial, com padre Marcelo, que dividirá o palco com Waldonys, Dorgival Dantas, a dupla Ítalo e Renno, Chico
Pessoa e Fábio Carneirinho.

São quatro décadas contribuindo para o desenvolvimento do Estado, por meio da produção de reportagens, da divulgação dos fatos do cotidiano, mostrando o rosto e as histórias do povo cearense para todo o País.

Audiência
A TV Verdes Mares é uma das 122 afiliadas da Rede Globo, no Brasil, segundo o diretor de Jornalismo da emissora, Marcos Gomide. De acordo com ele, a Verdes Mares foi a primeira em número de reportagens enviadas à Rede Globo.

A lista inclui os programas Via Brasil, da Globo News, Globo Rural e Jornal Hoje. Segundo Marcos Gomide, só no Via
Brasil, a afiliada produziu 741 reportagens, entre os anos de 2005 e 2009.

Já no Globo Rural, a TV ficou em primeiro lugar em 24 dos 36 meses do ranking em 2007, 2008 e 2009. E, no Jornal Hoje, recebeu o troféu da direção do telejornal, em 2008 e 2009, como a melhor afiliada do Brasil. “Nós temos uma boa estrutura, além de profissionais de qualidade, que são reconhecidos pela própriaTV Globo, que deposita confiança no material enviado”, assegurou

Núcleo – “Essas conquistas só foram possíveis concretizar com o apoio de uma equipe que compõe o Núcleo de Reportagens Nacionais da emissora”, reconheceu a chefe do setor, Ana Quezado. A estrutura do núcleo surgiu em 1988, e, a partir daí, o Ceará passou a ser visto com mais frequência na televisão. Segundo Ana Quezado, a emissora sempre esteve presente nos telejornais da Rede Globo, mas, a partir de criação desta estrutura, a Verdes Mares começou
a ter mais “diálogo” com a TV Globo.

“O Ceará mostrou que podia estar presente nos noticiários nacionais”, recorda. Atualmente, equipes derepórteres, produtores, editores e cinegrafistas estão diretamente envolvidas nas suas rotinas produtivas com o noticiário da TV Globo, mas, como defende, toda a redação contribui.

“O nosso trabalho é colocar o Ceará dentro dos grandes debates nacionais e a nossa preocupação é não estigmatizar”, frisa Ana Quezado. Ela ressalta que, durante muitos anos, o Estado ficou associado a imagens de
seca. Por isso, a emissora busca apresentar outro lado das narrativas cearenses.

“O Ceará não tem apenas seca. Temos uma importância na economia nacional e uma arte que tem um valor imenso”, opina a jornalista.

Para resgatar essas riquezas locais, muitos personagens fizeram parte dessa história. Um dos primeiros repórteres a produzir matérias locais enviadas para a TV Globo foi Moacir Maia. Ele trabalhou na emissora entre 1986 e 2006. Em 20 anos, Maia contou que sua rotina diária era a busca constante pela qualidade das informações. “Para produzir um bom material é preciso ter um sentimento de equipe muito forte”, ressaltou.

Hoje, como professor universitário do Curso de Jornalismo, ele diz que tenta reproduzir para seu alunos um pouco do que aprendeu na TV Verdes Mares. “Tento mostrar a importância de um bom texto e o cuidado para que o engraçado não se torne ridículo. Jornalismo se faz com sentimento”, concluiu.

(Portal Verdes Mares)

Anúncios