O financiamento habitacional pela Caixa Econômica Federal em 2009 atingiu o recorde de R$ 47,05 bilhões, crescimento de 102% em relação a 2008. Segundo a Caixa, o montante que ela emprestou representa 71% de todo o financiamento imobiliário do mercado.

Do total, R$ 14,1 bilhões foram destinados ao programa Minha Casa, Minha Vida. Contrariando todas as expectativas, 2009 foi um ótimo ano para o crédito imobiliário, afirmou o vice-presidente de Governo da Caixa, Jorge Hereda. Receberam financiamentos um total de 886.762 famílias, das quais 275.528 pelo Minha Casa, Minha Vida. A Caixa espera ter, dentro de seu sistema, 1 milhão de unidades enquadradas nos moldes do programa Minha Casa, Minha Vida até maio. De acordo com Hereda, estão incluídas na projeção as unidades contratadas e também as em análise até maio. As linhas de crédito com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) também tiveram crescimento expressivo em 2009.[2]

Os empréstimos para imóveis novos ou na planta somaram mais de R$ 9,4 bilhões, acréscimo de 109% sobre 2008. A quantidade de unidades financiadas aumentou 31%, passando de 110.021 para 144.309 de um ano para o outro.

(Segs.com.br)
Anúncios