SÃO PAULO – O lucro líquido do Bradesco, que cresceu 5,1% e encerrou 2009 a R$ 8,012 bilhões, é o terceiro maior já informado por um banco de capital aberto brasileiro na última década, segundo a consultoria Economática, que fez o levantamento com base em informações prestadas a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em valores nominais (sem ajuste por inflação).

O maior ganho do período é do Banco do Brasil, com R$ 8,8 bilhões no ano de 2008. Em 2007, o Banco Itaú, ainda sem a incorporação do Unibanco, lucrou R$ 8,4 bilhões, atingindo o segundo melhor resultado da década.

No ranking com os 10 maiores lucros, o Bradesco figura em quatro ocasiões. Os balanços do Banco do Brasil, do Itaú e do Santander, ainda não divulgados, podem alterar a lista.

Veja abaixo a lista dos 10 maiores lucros do setor bancário na década:

1) Banco do Brasil – R$ 8,803 bilhões (2008)

2) Itaú – R$ 8,474 bilhões (2007)

3) Bradesco – RS 8,012 bilhões (2009)

4) Bradesco – RS 8,010 bilhões (2007)

5) Itaú – R$ 7,803 bilhões (2008)

6) Bradesco – R$ 7,620 bilhões (2008)

7) Brasil R$ 6,044 bilhões (2006)

8) Bradesco R$ 5,514 bilhões (2005)

9) Itaú – R$ 5,251 bilhões (2005)

10) Brasil – R$ 5,058 bilhões (2007)

(Agência Estado)

Anúncios