Chocalhos, repiques, tambores, cavaquinhos, bonecos gigantes e uma multidão de foliões tomaram conta das principais ruas da Praia de Iracema na tarde de ontem, abrindo a temporada de Pré-Carnaval. A folia segue até o dia seis de fevereiro e a novidade este ano é que do Dragão do Mar, ao invés de um, saem dois blocos. E de bares concorrentes.

O bloco do Buoni Amici´s trazendo à frente, pela primeira vez em quatro anos, a bateria da Baqueta Clube de Ritmistas, e o “De quem é esse jegue?”, do concorrente Órbita Bar, com a popular bateria Unidos da Cachorra, que até o ano passado estava à frente do Amici´s. O cortejo é o mesmo para os dois blocos: desce a avenida Almirante Jaceguai, entra na rua Tabajaras e termina o percurso no calçadão da Praia de Iracema, em frente ao restaurante Tia Nair.

Ruas interditadas, seguranças, fiscalização reforçada, banheiros químicos e uma avenida lotada de foliões. Em clima de Carnaval, 125 integrantes do bloco Bueno Amici´s começaram a animação por volta da 14h30 e, segundo Francisco Galba, coordenador geral, a expectativa para esse ano, é de que cerca de 30 mil pessoas compareçam a cada sábado.

Novidade

O Bloco “De quem é esse jegue?”, do Órbita, estreia esse ano com a bateria Unidos da Cachorra, que fez fama no Bueno Amici´s. Formado por 136 músicos, o bloco saiu só com meia hora de diferença, por volta de 15 horas. A novidade é que a cada sábado irão se apresentar dois convidados vindos diretamente das escolas do Rio de Janeiro. Ontem, as atrações foram uma passista da Portela e Zeca Macapá, percussionista da Acadêmicos da Rocinha.

Já o Bueno Amici´s enfatizou no seu samba-enredo o desejo de milhares de fortalezenses: a revitalização da Praia de Iracema. A canção “Samba do bloco do Amici´s (revitaliza)” composta por André Marinho, fez a multidão pedir a volta de um dos maiores cartões postais de Fortaleza. A estrofe: ” Academia tem, a farra tem também/ quem pode, pode/ quem não pode sai pra lá/. Quem tem samba no pé no Amici´s/ traz a fé, revitaliza que Iracema vai voltar”, animou a festa. “É emocionante ver 20 mil pessoas pedindo pela revitalização de um bairro que era tão lindo”, diz Marinho.

Segurança

Mas, para que toda folia dê certo, é preciso uma boa estrutura física e um esquema reforçado de segurança. Ao todo, 250 guardas municipais estavam nos locais com maior concentração de púbico. Para facilitar o percurso dos blocos, as principais avenidas que dão acesso à Praia de Iracema foram interditadas e tiveram fiscalização por 35 agentes da AMC.

Além da proteção da Guarda Municipal, cada bloco investiu em segurança particular. O Amici´s contratou 55 homens para e acompanhar o cortejo. O bloco do órbita, por sua vez, contou com 65 seguranças. Em ambos, foi proibido a entrada de foliões portando bebida alcoólica em garrafas de vidro.

Destino final

A festa foi encerrada no aterro de Iracema, onde a Prefeitura montou um palco para todos os blocos. Ontem se apresentaram “O cheiro”, “Que merda é essa”, “Não Ispáia se não Ienche”, “Ké Vim venha”, “Mió KI”, “Matraca” e “Amantes de Iracema”.

No Benfica, na rua Marechal Deodoro, a noite foi animada pelo bloco “Cachorra Magra” que há 11 anos faz a festa com a banda de sopros e metais tocando marchinhas de Carnaval.

(Diário do Nordeste)

Anúncios