A imprensa chinesa noticiou neste sábado, citando dados de pesquisadores americanos, que a China se tornou o maior mercado de automóveis do mundo, superando os Estados Unidos.

De acordo com o Centro de Pesquisa Automotiva dos EUA, em 2009 foram vendidos na China 13,5 milhões de automóveis, um aumento de 44% em relação ao ano anterior. O avanço coincide com a situação frágil do mercado americano, onde foram vendidos 10,43 milhões de automóveis em 2009, 21% a menos do que em 2008 e o número mais baixo em 27 anos.

O setor automobilístico chinês foi beneficiados pelo plano de estímulo do governo de Pequim para aumentar a demanda interna e compensar a queda das exportações, com subsídios à compra de carros menos poluentes e incentivos a camponeses para a aquisição de veículos.

Os números citados pelo Centro de Pesquisa Automotiva dos EUA ainda não foram confirmados pela Associação de Fabricantes de Automóveis da China.

Ganhos – O avanço na China beneficiou várias marcas multinacionais, entre elas algumas com problemas em outros mercados, como a americana General Motors, que aumentou as vendas no país asiático em 66,9% em 2009, com 1,82 milhões de veículos vendidos.

(Abril.com)

Anúncios