SÃO PAULO (Reuters) – O Carlyle anunciou nesta quinta-feira a compra de 63,6 por cento da CVC, maior operadora de viagens da América Latina. O negócio marca o primeiro investimento do grupo norte-americano no Brasil.

O fundador da CVC, Guilherme Paulus, continuará como presidente do Conselho de Administração da empresa e com participação no restante do capital da operadora de viagens, conforme comunicado à imprensa.

Os termos financeiros do acordo não foram divulgados.

Em meados de dezembro, uma fonte disse à Reuters que o Carlyle deveria pagar cerca de 250 milhões de dólares por uma fatia ao redor de 60 por cento na CVC.

As outras empresas controladas por Paulus -a companhia aérea WebJet e a GJP Hotéis e Resorts- não fazem parte da transação com o Carlyle.

A CVC foi fundada em 1972. A empresa monta pacotes turísticos vendidos a mais de dois milhões de passageiros anualmente, para destinos nacionais e internacionais. São 8 mil agências de viagens independentes credenciadas e 400 lojas exclusivas no Brasil, a maioria operada por representantes.

(O Globo Online)