Não há mais lugares nos voos que chegarão a Fortaleza antes do Réveillon. Os bilhetes comprados avulsos pelos sites das companhias aéreas, assim como as passagens que estão inclusas em pacotes turísticos para a virada do ano na Capital cearense estão esgotados. O setor turístico comemora o bom momento e recomenda deslocamento rodoviário e hospedagem em casa de amigos ou parentes àqueles visitantes que deixaram o planejamento da viagem para a última hora.

“A Cidade está lotada de turistas e não há mais vagas nos hotéis. É impressionante o movimento que vemos nos terminais de desembarque do Aeroporto Pinto Martins”, comenta Cláudio Régis, gerente de lazer da Casablanca Turismo.

Somente entre os dias 25 e 31 de dezembro, segundo previsão da Infraero, 18 voos extras devem chegar à Capital. Do início do mês até o dia 24, foram 64.

Sem vagas –  De acordo com Régis Medeiros, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis no Estado (ABIH-CE), de hoje até o dia 3 de janeiro, a taxa de ocupação nos hotéis e pousadas de Fortaleza é de 100%. “Não tem mais vagas. Pode até acontecer de alguém encontrar um ou outro leito desocupado, mas consideramos que está tudo lotado”.

A assessoria de imprensa da CVC informou que há cerca de 15 dias não há mais pacotes turísticos disponíveis e atribui o fim da oferta ao fato de o turista brasileiro estar aprendendo a planejar as viagens.

Nos sites de três grandes companhias aéreas brasileiras, os únicos horários disponíveis para emissão de passagens aéreas com destino a Fortaleza antes do dia 1º, é para o fim da tarde do dia 31, mas com escalas e conexões e chegada às 01h30, ou seja, após a virada do ano. A expectativa da Secretaria de Turismo de Fortaleza (Setfor) é de que um milhão de pessoas participem da festa do Réveillon da Praia de Iracema.

“O pico da lotação será até o domingo, dia 3. Depois começam a surgir as vagas, mas ainda deve continuar tudo cheio”, comemora a operadora Germana Mesquita, da Turisforma.

(Diário do Nordeste)

Anúncios