São Paulo – O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, confirmou que o salário mínimo para 2010 será de R$ 510. Mais cedo, o ministro havia dito que “é uma possibilidade”, referindo-se ao novo valor  e disse que conversaria no final da tarde de hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para fechar o valor do mínimo.

Pela manhã, o ministro ponderou que há uma questão operacional em torno do arredondamento do valor do mínimo para R$ 510 em relação aos R$ 507 sugeridos pelo governo na proposta orçamentária.

Segundo ele, muitos aposentados recebem o benefício nos caixas eletrônicos dos bancos, o que torna “muito difícil” pagar um valor quebrado. “O valor de R$ 510, embora tenha um impacto maior nas nossas contas, resolve o problema. Mas é uma decisão do presidente”, reafirmou mais cedo.

(O Estado de SP)

Anúncios