Nenhum outro Estado do Brasil investiu tanto em promoção em 2009 como o Ceará. Essa promoção, que continuará intensa em 2010, é a preparação para um destino diferenciado, em razão do patamar que queremos atingir com investimento em obras de infraestrutura turística.

Foram aplicados R$ 35 milhões em mídia nacional e internacional, priorizando espaços importantes e de grande visibilidade nos maiores mercados emissores de turistas para o Ceará. A publicidade, com alegre e forte apelo, deixou no imaginário da população brasileira o desejo de vir conferir toda essa alegria que podemos oferecer.

O número de visitantes sempre crescente, principalmente neste segundo semestre, não nos surpreende. Fizemos o dever de casa. Optamos por espaços publicitários de grande retorno. E ainda, a Setur participou de forma agressiva de todos os eventos especializados, nacionais e internacionais, do calendário do setor de turismo. Deixamos o Estado com um fluxo turístico perene. Encaminhamos todas as macroestruturas necessárias para o Ceará ser um grande destino turístico. Estamos construindo o Centro de Eventos do Ceará – o segundo maior espaço para a realização de feiras e eventos do país – e o Aeroporto de Aracati.

Aeroporto e Acquario – Enviamos para licitação os projetos de construção do Aeroporto de Jericoacoara e do Acquario Ceará. Estamos duplicando e construindo rodovias turísticas, tais como a CE 040, no litoral leste, e trechos ligando as praias do litoral oeste até a fronteira com o Piauí, além da rodovia Granja/Viçosa, roteiro de 69,41km da CE-311 e CE 362, ligando dois importantes polos e que atendem a uma solicitação antiga das duas regiões. Iniciamos também os processos de licitação do saneamento básico do Cumbuco, do Porto das Dunas. São inúmeras, também, as obras em andamento que qualificam os destinos: restauração do patrimônio histórico; sinalização turística de Fortaleza, dos litorais leste e oeste; iluminação e urbanização de praias, além de instalação de portais em diversos municípios. Estamos construindo um Estado para os próximos 30 anos. Buscamos criar condições para que seu povo progrida.

O turismo, por onde passa, deixa a marca do desenvolvimento. É o principal vetor para alavancar a economia cearense, salienta Bismarck Maia, secretário de Turismo do Estado.

(Diário do Nordeste)