O governo decidiu contra-atacar na questão do reajuste dos aposentados e pensionistas. Nesta quarta-feira (9/12), o ministro da Previdência, José Pimentel, disse que o governo deve editar medida provisória até o último dia deste mês autorizando reajuste para aposentados que ganham um salário mínimo de 5,08%, correspondentes à inflação e ao acúmulo de riquezas produzidas pelo país nos anos de 2008 e 2007.

Para quem ganha acima de um salário mínimo, explicou o ministro, haverá ganho de 2,5% nos benefícios. 18,7 milhões de pessoas serão beneficiadas diretamente com o ganho de mais de 5,08%. O total de beneficiados no reajuste de 2,5%, explicou o ministro, é de 8,2 milhões de aposentados e pensionistas. O impacto final das medidas apenas para esse grupo de trabalhadores será de R$ 3 bilhões. Segundo explicou o ministro, ainda não há data para que a medida seja publicada no DOU.

José Pimentel disse também que é natural que as pessoas queiram uma remuneração maior, referindo-se ao fato de a Câmara dos Deputados ter derrubado o fator previdênciário, o que traria uma remuneração maior para aposentados e pensionistas, e consequentemente um impacto muito forte nas despeas das previdência. “É bom lembrar que até 2006 não se pagava nem a inflação (a aposentados e pensionitas)”, disse Pimentel.

(Correio Brasiliense)