A Comissão Nacional dos Funcionários do BNB (CNFBNB/Contraf-CUT) se reuniu com a Superintendência de Desenvolvimento Humano (Super DH) do Banco na sexta-feira, dia 27/11, em mais uma reunião da mesa específica de negociação. Os representantes da Comissão cobraram, inicialmente, celeridade na assinatura do acordo coletivo 2009-2010 e a antecipação da 1ª parcela do 13º salário do próximo ano para janeiro, bem como a distribuição dos tíquetes para antes do natal. O Banco sinalizou com a concordância a esses dois pleitos

A superintendente de Desenvolvimento Humano do BNB, Eliane Brasil, informou que precisa de autorização do Ministério do Trabalho e Emprego e do DEST para realizar a assinatura do acordo, mas que, em breve, dará uma resposta sobre o assunto.

A Comissão Nacional relatou ainda alguns casos de problemas quanto à reposição dos dias parados durante a greve. O Banco ressaltou que a compensação deve ser feita até o próximo dia 15/12 e que vai estudar individualmente os casos de bancários que ficarem com saldo devedor a partir desse dia. Entretanto, Eliane afirmou que acredita que poucos funcionários terão saldos a compensar no dia 15/12 e a CNFBNB/Contraf-CUT solicitou que o Banco apresentasse um levantamento de quem estivesse devendo horas a partir desta data para análise das entidades.

PLANO CV DA CAPEF – O Banco informou que participou de uma reunião no último dia 23/11, em Brasília, que reuniu a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e a Secretaria de Previdência Complementar (SPC) quando as instituições chegaram a um consenso sobre a redação dos documentos do plano. A nova redação já foi aprovada pelo Conselho Deliberativo da Capef e pelo Conselho de Administração do Banco e segue para a Brasília para aprovação final.

LICENÇA PRÊMIO E PCR – O Banco informou que está envidando todos os esforços junto aos órgãos controladores do governo para cumprir os compromissos assumidos durante a campanha salarial relativos à extensão do retorno do benefício da Licença Prêmio àqueles funcionários com direito adquirido até janeiro de 1997 e quanto à revisão do Plano de Cargos e Remuneração (PCR) com aplicação de 3% na tabela de cargos. O calendário das promoções previstas para janeiro está mantido.

PASSIVOS TRABALHISTAS – O Banco informou os casos serão negociados com cada Sindicato e quem em breve estará divulgando novo calendário de negociações.

CAMED – Está sendo feito um estudo atuarial por um grupo de trabalho criado pelo presidente do Banco, Roberto Smith, a respeito da migração do plano família para o natural e, provavelmente, na segunda semana de dezembro haja alguma resposta sobre o caso.

PLR – A CNFBNB/Contraf-CUT cobrou mais uma vez esforços do Banco quanto ao fim do limite de 9% imposto pelo DEST para a distribuição da PLR dos funcionários do BNB.

A próxima reunião da mesa de negociação específica deve ser realizada ainda este mês de dezembro.

Fonte: CNFBNB/Contraf-CUT

Anúncios