Queixas devem ser encaminhadas à concessionária de energia elétrica.
Consumidor pode pedir troca ou conserto do aparelho.

Consumidores que tiveram algum dano com aparelhos elétricos devido ao apagão podem procurar o Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon-RJ) para tentar solucionar o problema. As orientações sobre os postos mais próximos e a documentação necessária para fazer as reclamações são informadas por meio pelo telefone 151.

A  falta de energia elétrica atingiu boa parte do país. A região mais afetada foi a Sudeste. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo ficaram totalmente sem luz.

O subsecretário do órgão no RJ, José Fernandes, dá as orientações de como proceder.

“O número de reclamações vai ser grande tendo em vista o prejuízo causado pelo apagão. O estado do Rio foi um dos mais afetados. Primeiramente, o consumidor deve entrar em contato com a empresa de energia elétrica para solucionar seu problema através do call center. Caso não tenha êxito, deve ligar para o 151 do Procon para saber qual o posto mais próximo do seu local de residência ou de trabalho e a documentação necessária. É preciso apresentar identidade e CPF”.

Quem teve algum aparelho eletrônico ou eletrodoméstico danificado ou mesmo queimado, como uma geladeira por exemplo, pode pedir a troca ou o conserto.

“Se queimou a geladeira, o consumidor deve informar a concessionária de energia elétrica, e não o fabricante do produto. Se a concessionária não se manifestar, procure o Procon. Nós notificaremos essa empresa para uma audiência com o consumidor”.

Segundo Fernandes, para indenização por perdas e danos e danos morais o consumidor deve recorrer ao Judiciário. “Até 40 salários mínimos, o consumidor pode recorrer aos Juizados Especiais Cíveis. Acima disso, é preciso ir à Justiça comum”.

O Procon-RJ funciona das 9h às 17h. Ainda não há nenhum balanço de reclamações feitas por consumidores.

(G1)