Após inaugurar dois supermercados da bandeira Assai no Ceará, o Grupo Pão de Açúcar (GPA) continua apostando no Estado e investe R$ 10,7 milhões em nova loja da rede, que foi  aberta hoje, às 10h, no Tapabuá (Caucaia). Ao todo, somando as unidades da Av. Bezerra de Menezes e da Washington Soares, o Grupo já investiu R$ 25 milhões no formato atacarejo (atacado + varejo) no Estado, onde emprega direta e indiretamente mais de mil pessoas.

O Assai de Caucaia está instalado ao lado do Centro de Distribuição do Grupo e dispõe de uma área de vendas de 5 mil m², onde os consumidores podem encontrar um mix de aproximadamente 9 mil mercadorias. Entre os itens à venda, estão produtos de mercearia, alimentos, perecíveis, embalagens, bazar, higiene, bebidas e limpeza, de grandes marcas nacionais, regionais e importadas, além de produtos de marca própria.

O foco está em abastecer tanto comerciantes de mercadinhos, como consumidores residentes nos municípios do entorno, como São Gonçalo do Amarante e as praias do litoral oeste. Esta é a 35ª loja Assai em atividade no País. Por enquanto, apenas o Ceará possui lojas do formato fora dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Em breve, Pernambuco ganhará uma unidade em Caruaru.

Atacarejo – O diretor geral do Assai, Maurício Cerutti explica que com a melhoria do poder aquisitivo da Classe C, a Região Nordeste, sobretudo o Ceará, tornou-se um mercado bastante interessante para o atacarejo. O pioneiro foi o Makro, do Grupo Holandês SHV, que chegou no Estado ainda nos anos 1990 e, mais recentemente, de 2008 para cá, veio a “explosão” de outras unidades do formato, como o Maxxi Atacado e o Sam´s Club, ambos do Wal-Mart e o Atacadão do Carrefour.

“A ampliação das operações de atacarejo está entre as prioridades do Grupo Pão de Açúcar, que deve manter o ritmo de crescimento verificado em 2008, com aberturas e conversões de loja (como o que ocorreu com a loja Pão de Açúcar da Avenida Bezerra de Menezes que virou a primeira unidade Assai no Estado, inaugurada em novembro passado)”, explica o diretor geral do Assai, Maurício Cerutti. Para 2010, o executivo não descarta a migração da rede atacadista para o interior do Ceará. “Estamos estudando terrenos na região do Cariri e na cidade de Sobral”, adianta.

Cartão Assai – Atualmente, no Ceará, o diretor administrativo-financeiro do Assai, Milton Justino, informa que já são 22 mil cartões Assai. Segundo ele, as vantagens do cartão próprio “está na isenção da anuidade, nas taxas de juros de 2,99 a/m, no parcelamento diferenciado e em descontos específicos para os portadores”, diz. A meta é até o fim deste ano ainda, alcançar 30 mil clientes com o cartão.

(Diário do Nordeste)