A irmã Maria Conceição, que era coordenadora da Casa do Menino Jesus e foi afastada, deu entrevista coletiva, nesta tarde de quinta-feira, na sede de uma construtora, em Fortaleza. Ela informou que foi ao Mnistério Público no dia 14 de outubro último denunciar a prática de nepotismo por parte da presidente da Congregação que responde pela casa, a irmã Maria Aurimar.

Segundo a Irmã Conceição, um motorista, uma atendente e a tesoureira da Casa do Menino Jesus são ligados à família da presidente que, complementou,  queria alterar o estatuto da entidade para permitir a presença desse pessoa.

Outro fato registrado. Por conta dessa briga entre a presidente da Congregação e Irmã Conceição, 60 voluntários se afastaram das atividades. A Irmã Conceição disse que não conseguia mais trabalhar na Casa e que estava sendo isolada. Já a Irmã Aurimar ainda não veio a público dar sua versão. Procurada, atendentes da entidade informam que ela está na missa ou em reunião.

(Blog  do Eliomar)