A companhia aérea Gol anunciou uma reestruturação organizacional que reduz o número de diretorias da empresa. Em comunicado ao mercado, a Gol afirma que a mudança responde ao crescimento rápido da companhia nos últimos anos e simplifica a gestão empresarial.

Como parte da nova estrutura da organização, a vice-presidência de finanças e relações com investidores passa a incorporar as áreas de Tecnologia da Informação (TI), novos negócios e planejamento estratégico, além de seguir responsável pelas áreas de finanças, relações com investidores e controladoria.

A vice-presidência de marketing e serviços passará a ser chamada de vice-presidência de mercado e comandará as áreas de cargas, comercial, comunicação, marketing, yield management e alianças.

Já a vice-presidência de pessoas e gestão passa a ser denominada vice-presidência de clientes, colaboradores e gestão, responsável pelas áreas de central de relacionamento com o cliente, aeroportos e tripulação comercial, além de seguir comandando as atividades de recursos humanos e gestão.

Como parte do processo, a vice-presidência de tecnologia e planejamento foi extinta, enquanto a vice-presidência técnica permanece inalterada.

Por conta dessas mudanças, deixam a companhia os executivos Wilson Maciel Ramos, que era vice-presidente de planejamento e TI, e Tarcísio Gargioni, que ocupava a vice-presidência de marketing e serviços.

Também saem da Gol o diretor de aeroportos, Marco Antonio Piller, e o diretor de manutenção, Francisco Eustáquio Mendes. Eles foram sucedidos por Sydnei Casarini e Alberto Correnti, respectivamente.

Fonte: G1