A brasileira Daiane dos Santos foi flagrada em um exame antidoping feito fora de competição, no mês de julho, segundo informou a Federação Internacional de Ginástica (FIG) nesta sexta-feira. O teste da ginasta apontou a presença da substância proibida furosemida.

De acordo com a entidade, Daiane já foi informada do resultado do exame. A ginasta pode pedir uma audiência até o dia 13 de novembro para dar explicações. Após a data, uma comissão vai chegar a uma conclusão sobre o caso e a brasileira terá um prazo de 21 dias para apelar junto ao tribunal da FIG.

A substância furosemida é um diurético proibido pela Agência Mundial Antidoping (Wada, em inglês), pois a mesma pode ser utilizada para mascarar o consumo de outras substâncias dopantes. Além disso, também pode ser empregada para a redução de peso, em decorrência da perda de água no organismo.

Daiane dos Santos foi campeã na prova do solo no Mundial de Anahein, em 2003, nos Estados Unidos, e não compete oficialmente desde os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. A ginasta e o clube Pinheiros ainda não se pronunciaram oficialmente sobre o caso.

O doping de Daiane dos Santos é o 22º de atletas brasileiros em 2009. Além da ginasta, também foram flagradas a triatleta Mariana Ohata, a nadadora Lorena Rezende e outros 19 do atletismo.

Fonte: Lancenet