“O ex-presidente cubano Fidel Castro se reuniu no sábado com o brasileiro Frei Betto, a quem qualifica de “amigo”, segundo um comunicado publicado neste domingo pela imprensa oficial da ilha.”Para Fidel, foi de muita satisfação se encontrar com um amigo que durante mais de 30 anos manteve uma solidária relação com a Revolução Cubana”, diz a nota, e acrescenta que tiveram “uma profunda troca de opiniões”.

Segundo o comunicado, “a ética nas relações humanas e no exercício do governo e do desenvolvimento dos movimentos sociais progressistas que se desenvolvem na América Latina, e temas relacionados à influência dos meios maciços de comunicação na sociedade foram avaliados durante o animado diálogo”.

Escritor, antropólogo e filósofo, Frei Betto é um dos impulsores da Teologia da Libertação na América Latina, visita Havana com frequência e escreveu o livro Fidel Castro e a Religião. O ex-governante de 83 anos não aparece em público desde julho de 2006 por causa de uma doença que – após meio século no poder – o levou a ceder a Presidência a seu irmão Raúl, 79 anos, mas ainda é primeiro-secretário do governante Partido Comunista de Cuba.”

(Com Agências)