Os banco centrais do Brasil e do Uruguai assinaram carta de intenções para dar início ao processo de comercialização de produtos entre os dois países por meio das moedas nacionais. Conforme o acordo, o real e o peso devem ser usados nas transações comerciais entre os dois países a partir do segundo trimestre de 2010.

— A redução de custos por não utilização de uma terceira moeda e o aumento da liquidez e da eficiência do mercado de câmbio em peso uruguaio e real são alguns dos benefícios que adviriam da implementação do sistema — destacou o BC brasileiro em nota.

Desde setembro do ano passado, o Brasil já comercializa produtos com a Argentina em moedas locais. Em setembro, os negócios por meio do real e do peso argentino somaram R$ 74,8 milhões entre os dois países.

Fonte: Portal Zero Hora