O mundo científico foi surpreendido recentemente com o anúncio de uma vacina que teria evitado algumas infecções causadas pelo vírus da AIDS.

Agora, médicos responsável pela novidade divulgaram os detalhes do seu trabalho.

Disseram que uma cuidadosa revisão validou os resultados iniciais.
Mostrou que a vacina experimental evitou quase um terço das infecções entre 16 mil voluntários tailandeses.

A pesquisa combinou duas vacinas: uma feita para combater a chamada varíola dos canários e outra que não deu certo contra Aids.

Reduziu em pouco mais de 30% a taxa de contaminação do vírus ao longo de três anos.

Dias depois do anúncio dos resultados, em setembro, alguns pesquisadores disseram que o estudo era mais fraco do que inicialmente pareceu.

Contestavam os métodos estatísticos usados na análise dos dados. Mas a equipe dona do que pode ser a esperança de muita gente realizou três análises diferentes.

Todos resultaram em um efeito possível – apesar de modesto – da vacina na prevenção do HIV.

Fonte: Portal Região Noroeste