“Os trabalhadores da Caixa, em greve há 25 dias, terão audiência de conciliação com o banco, no Tribunal Superior do Trabalho (TST) na próxima próxima quarta-feira (21), às 9h.

Na sexta-feira (16), o vice-presidente do TST, ministro João Oreste Dalazen, negou a liminar da Caixa Econômica Federal que solicitava a declaração de abusividade da greve.

A ação de dissídio foi iniciada pela Caixa. Agora o TST partirá para a primeira etapa que é a tentativa de conciliação, quando as partes, junto com o ministro, tentam chegar a um acordo. Se não houver acordo, o processo será encaminhado a um relator sorteado, a quem caberá examinar o caso e levar para julgamento pela Seção Especializada em Dissídios Coletivos do TST. Ontem, os funcionários decidiram manter a greve por tempo indeterminado e repudiaram a decisão da direção de pedir dissídio coletivo no TST.”

(Agência Brasil)