Em reunião na quinta (15), pela manhã, na sede do Sindicato dos Bancários do Ceará, em Fortaleza, a Comissão Nacional dos Funcionários do Banco do Nordeste do Brasil – BNB (CNFBNB) da Contraf-CUT deliberou pela continuidade da greve em todos os estados que fazem parte da área de atuação do BNB, em que pese a escolha da base do Ceará, ontem, pelo fim da greve.

A CNFBNB considera que o movimento está bastante forte nos outros estados, conforme avaliação de todos os presentes à reunião. A Comissão entende que a decisão da base do Ceará não pode ser parâmetro para o movimento paredista no Banco do Nordeste, tendo em vista a manobra política claramente percebida ontem, quando diversos superintendentes e gestores do BNB estiveram presentes à assembléia com a única finalidade de encerrar a greve.

Esta atitude desesperada da direção do Banco demonstra a preocupação e os prejuízos que a greve está causando dentro da instituição. O movimento grevista está, sim, incomodando a direção do Banco do Nordeste.

Portanto, a Comissão Nacional orienta a continuidade e o fortalecimento da greve, enquanto o Banco não apresentar uma proposta digna e condizente com a força do movimento. Conclamamos os funcionários a participarem das assembléias em seus estados, rejeitando essa proposta insuficiente e, por conseqüência, mantendo a paralisação.

Fonte: CNFBNB