As Lojas Americanas retomou seu plano de expansão brecado em 2008 devido ao aumento dos custos com financiamento. A rede de Varejo informou que planeja abrir cerca de 50 lojas em 2010, segundo relatório dos analistas do banco Barclays.

Na avaliação do banco britânico, o plano de expansão está acima do esperado. Dessa forma, o Barclays alterou o preço-alvo para as ações preferenciais da companhia de 10,00 reais para 10,90 reais.

Outro fator que impulsiona a perspectiva positiva da rede de varejo, segundo os analistas do banco, é a o desempenho da B2W, companhia de varejo que contempla a Americanas.com e o portal Submarino.

O Barclays ressaltou, no entanto, dois fatores que merecem um olhar mais cauteloso. Um é em relação aos projetos ambiciosos do Grupo Pão de Açucar, Wal-Mart e Carrefour no mercado online, apesar do banco considerar que a B2W. terá vantagem em termos de logística pelo menos para os próximos dois anos. O outro se refere à expectativa de aumento dos juros no próximo ano.

Às 11h10, os papéis preferenciais das Lojas Americanas, (LAME4, sem direito a voto) caiam 1,51%, para 12,41 reais, enquanto os da B2W (BTOW3) estavam em baixa de 0,39%, para 52,99 reais.

Fonte: Portal Exame

// <![CDATA[//