Fortaleza irá ganhar o Centro Municipal de Qualificação para o Turismo, uma escola especializada na capacitação profissional voltada para o segmento. Serão ofertados cursos profissionalizantes, técnicos, de extensão, graduação tecnológica e de pós-graduação a uma parcela da população que necessita de qualificação, mas não encontra espaço nem oportunidades para se preparar para o mercado de trabalho. A finalidade da escola é transformar-se em um grande polo formador de mão-de-obra e gestão para o Turismo.

O Centro será instalado no condomínio residencial Panorama Artesanal, localizado no bairro Arraial Moura Brasil.

A escolha do local foi estratégica, já que a construção, datada de 1981, encontra-se localizada próxima ao Marina Park Hotel, do Centro de Turismo (Cetur), e da Estação Ferroviária João Felipe, nos limites do Centro Histórico de Fortaleza. O prédio possui 190 unidades habitacionais/apartamentos.

Cursos – Serão ofertados cursos de camareira, garçom, atendimento ao público, recepcionista, governança, idiomas, gestão (preparação de gerentes de restaurantes e hotéis), emissão de bilhetes (para atender às agências de viagem), animação turística, marketing e promoção, gastronomia dentre outros.

Toda a organização e fundamentação da futura Escola Municipal de Turismo está baseada nas diretrizes curriculares nacionais para a educação profissional de nível técnico da Câmara de Educação Básica do Conselho Nacional de Educação do Ministério da Educação e, também, nas normas do Conselho de Educação do Ceará.

Ressalta-se que a carga horária mínima para habilitação de um técnico em Turismo e Hospitalidade é de 800 horas/aulas, de acordo com informação do professor Afonso Matos, um dos responsáveis pela criação do estatuto da entidade.

De olho na Copa –  A expectativa da secretária de Turismo de Fortaleza, Patrícia Gomes de Aguiar, idealizadora do projeto, é ver a escola funcionando até o segundo semestre de 2010. “O projeto vem compor uma estratégia macro de preparação da cidade para o Turismo como um todo e, em especial, para a Copa do Mundo de 2014”, afirma a secretáriao.

Fonte: Diário do Nordeste