Gertrude Baines sofreu ataque cardíaco na Califórnia. Ela detinha o título desde janeiro deste ano.

Gertrud Baines, considerada pelo americano Grupo de Pesquisa Gerontológica a pessoa mais velha do mundo, morreu nesta sexta-feira (11) aos 115 anos, em Los Angeles, na Califórnia, segundo os médicos que a atenderam.

O médico Charles Witt disse que a americana morreu possivelmente de ataque cardíaco, mas isso precisa ser confirmado pela necropsia.

Baines havia nascido em 1894 em Shellman, no estado americano da Georgia. Ela se tornou a pessoa mais velha do mundo quando a portuguesa Maria de Jesus morreu em janeiro passado.

Em seu último aniversário, no dia 6 de abril, Gertrude, que era afro-americana, recebeu uma carta do presidente Barack Obama, em quem votou nas eleições do ano passado.

Em janeiro, quando os repórteres se amontoaram em sua porta para perguntar-lhe qual era a chave de sua longevidade, Gertrude relatou a história de sua vida, desde que nasceu em uma família de antigos escravos até seus últimos anos em um lar para idosos em Los Angeles.

“Só Deus sabe porque vivi tanto. Perguntem a ele. Cuidei-me bem, como ele queria”, disse à rede CNN.

Gertrude viveu a maior parte de sua vida em Ohio, até que se divorciou e se mudou para Los Angeles.

Segundo o grupo de estudos de gerontologia, que funciona no hospital da Universidade da Califórnia em Los Angeles, o título de pessoa mais velha do mundo deve ser herdado pela japonesa Kama Chinen, de 114 anos.

Fonte: G1