SÃO PAULO – O Banco do Brasil (BB) anunciou hoje que iniciou operações de remessas financeiras dos imigrantes brasileiros nos Estados Unidos, por meio de sua recém-criada subsidiária BB Money Transfers.

Segundo a instituição, o banco central norte americano, o Federal Reserve (Fed), autorizou, em maio, o BB a prestar serviços de remessa financeira nos EUA. Com essas novas operações, o BB quer abocanhar boa parte dos US$ 2,8 milhões que foram transferidos dos EUA ao Brasil no ano passado, segundo dados do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

O chamado “BB Remessa” realiza o crédito imediato do correntista na conta corrente do beneficiário, dado que a conversão cambial é realizada automaticamente. Esse mesmo serviço também serve para a liquidação do contrato de câmbio no país de destino mas, nesse caso, a transferência não é imediata e não é necessário ter conta no BB para utilizá-lo.

O serviço é oferecido por agentes credenciados ao banco. Nos EUA, há dez estabelecimentos que já começaram a realizar as operações, nos estados de Connecticut, Flórida, Nova Jersey e Nova York. Como informou o banco, a BB Money Transfers prevê credenciar 100 empresas de comércio até o final de junho de 2010.

Com o início das operações de varejo nos EUA, o plano do BB é, no futuro, oferecer também serviços financeiros básicos, como depósitos, investimentos e cartões de crédito aos imigrantes no país.

(Vanessa Dezem | Valor Online)