Marcapasso se conecta a servidores via Wi-Fi
Marcapasso se conecta a servidores via Wi-Fi

Uma mulher de Nova York, nos Estados Unidos, é a primeira pessoa a receber um marcapasso que pode se comunicar via Wi-Fi, divulgou o blog do Daily Tech. O médico pode acessar informações sobre o funcionamento do implante remotamente e, uma vez por dia, o próprio aparelho se conecta a um serivdor e envia informações sobre o paciente caso haja algum comprometimento na saúde.

Carol Kasyjanski, uma balconista de 61 anos, tinha problemas sérios do coração por mais de 20 anos e aceitou o aparelho após ter problemas com o marcapasso anterior. Na época, testes de rotina foram incapazes de identificar alguma coisa e só descobriram o mau funcionamento quando ela desmaiou. Com o novo implante, problemas são identificados mais fácil e rapidamente, podendo salvar a vida do paciente.

Kasyjanski acredita que o novo modelo dá mais tranquilidade, já que ele alertaria para socorro imediato. “Se há algo anormal, ele vai literalmente ligar para o médico responsável às duas da madrugada, se for preciso”, afirmou o Dr. Steven Greenberg, do Centro de Arritmia e Marcapasso de Saint Francis.

O marcapasso sem fio também permite que 90% da rotina de exames fique completa antes mesmo do paciente chegar ao hospital, permitindo ao médico que foque mais na pessoa durante a consulta. O aparelho recebeu aprovação do órgão regulador norte-americano (FDA) em julho para ser utilizado nos Estados Unidos.

Fonte: http://www.band.com.br/jornalismo/tecnologia/conteudo.asp?ID=164617

Publicidade