“Os clientes de instituições bancárias não acreditam que elas desenvolvem medidas socioambientais realmente efetivas”. Este é um dos resultados mais significativos de uma pesquisa do Instituto Datafolha, realizada a pedido da organização Amigos da Terra – Amazônia Brasileira.

Para 89% dos consultados, os bancos anunciam boas práticas de sustentabilidade ambiental, mas gastam mais em propaganda do que nas ações divulgadas. Banco do Brasil e Bradesco, segundo avaliação dos consultados, estão no topo da lista das instituições que teriam melhores práticas ambientais.

Foram realizadas 2.055 entrevistas entre 2 e 14 de abril, envolvendo brasileiros de 18 anos ou mais, donos de telefones fixos, em todo o país. A maioria (70%) diz que daria preferência a bancos que os informassem sobre os impactos socioambientais de seus investimentos. (Agência Envolverde)

Fonte: http://www.abril.com.br/noticias/economia/bancos-praticas-socioambientais-485185.shtml