“Como uma das principais estratégias para urbanizar a orla marítima de Fortaleza, a prefeita Luizianne Lins (PT) quer que o Marina Park Hotel seja desapropriado e que, em seu lugar, seja construído o Centro de Eventos da Capital.

A ideia foi lançada no programa Coletiva, da TV O POVO, que foi ao ar na noite de ontem, e já teria sido compartilhada com o governador Cid Gomes (PSB).

Questionada sobre a reação de Cid ao receber a proposta, a prefeita disse apenas que sua relação com Cid é de “muita cumplicidade” e que ainda precisa ter com o governador uma discussão melhor sobre o assunto.

De acordo com Luizianne, a obra que está sendo construída ao lado do Centro de Convenções, no bairro Edson Queiroz, ainda não seria o tão esperado Centro de Eventos do Ceará. “Na verdade, ele (Cid Gomes) está fazendo é um parque de exposição”, afirmou a prefeita. “Em vez de a gente ficar inventando lugar, tá ali um lugar maravilhoso que eu acho que pode servir a toda a comunidade de Fortaleza”, declarou.

Desta forma, os caminhos estariam, em tese, livres para transformar o complexo do hotel – onde são realizadas, por exemplo, as edições do Ceará Music – em um centro de captações de eventos nacionais e internacionais.

Banhado pelo mar – De acordo com informações do site do hotel (www.marinapark.com.br), o prédio, “literalmente banhado pelo mar” tem 26 mil m² de área construída, de um total de 40 mil m². O empreendimento horizontalizado fica a 12 minutos do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Ainda de acordo com o endereço eletrônico, o Marina possui seis salões para eventos, sendo o maior deles com capacidade para até 500 pessoas e espaço para quinze stands de 6 m². A parte externa oferece um bosque para jantares, shows e eventos para até 5 mil pessoas.

Na avaliação de Luizianne, a construção do Centro de Eventos naquele local seria fundamental para integrar o lado leste com o lado oeste da Cidade, complementando outras três ações do governo municipal atualmente em curso: o projeto Vila do Mar – que irá urbanizar a faixa litorânea que vai da Barra do Ceará até o Pirambu -, a revitalização da Praia de Iracema – que se transformará numa espécie de boulevard -, além da urbanização da avenida Beira Mar, que será concretizada após um concurso nacional de ideias.

“Eu acredito que aonde está localizado o Hotel Marina poderia ser, e eu já coloquei isso inclusive para o governador, poderíamos fazer ali, sim, um Centro de Feiras e Eventos para a cidade, ou seja, que virasse um espaço público, porque aquele espaço já é belíssimo”, reforçou a prefeita.

Segundo Luizianne, articulado ao novo Centro de Eventos estaria o Centro Municipal de Qualificação para o Turismo, que será construído no local onde hoje está localizado o condomínio Panorama Artesanal.

Luizianne conta que a área agora é de propriedade do Município, após uma negociação em que a Prefeitura aceitou ceder para o Estado o antigo prédio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs). Nesse local está prevista a construção do Acquário Ceará, um controverso projeto turístico do Governo do Estado orçado em cerca de R$ 250 milhões. ”

Fonte: Jornal O POVO

Anúncios