As diferentes opções sexuais, ainda motivo de muito preconceito em nossa sociedade, foram assumidas e celebradas publicamente na X Parada pela Diversidade Sexual do Ceará, realizada, ontem domingo (28/06), ao longo da Avenida Beira-Mar. De acordo com a Polícia Militar do Ceará, a passeata reuniu um público em torno de 650 mil pessoas (até às 20h:00).

Consolidada como o terceiro maior evento do gênero no Brasil – perdendo só para São Paulo e Rio de Janeiro -, a Parada de Fortaleza repetiu o sucesso dos anos anteriores. Um público heterogêneo – que não se restringiu apenas aos homossexuais, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais – conferiu a festa, numa demonstração de que a discriminação vem aos poucos reduzindo e cedendo à aceitação das formas não convencionais de amar e ser amado.

Pelo menos, neste domingo, durante a Parada, a diversidade sexual era um fato natural. As tribos dos LGBTT puderam assumir a sua condição sexual. O brilho da festa, como sempre, foi garantido pela animação dos trios e do colorido das bandeiras com as cores do arco-íris, das faixas e cartazes. Em meio a multidão, sobressaiam-se os modelos extravagantes dos travestis, que com muita pluma e paetê eram atração à parte da festa.

Violência – Enquanto uns festejavam, outros aproveitavam para cometer delitos. Apesar de não terem sido registradas ocorrências de maior gravidade, em termos de violência, muitos assaltos foram praticados por descuidistas, reprimidos pela Guarda Municipal.

Fonte: http://direitoce.com.br/

Anúncios