Professores da rede estadual de ensino decidiram, no fim da tarde desta sexta-feira, suspender a greve, que já durava 42 dias. A deliberação veio após votação em assembleia unificada, que reuniu cerca de mil integrantes da categoria, incluindo professores do município, na Praça da Bandeira, em Fortaleza. A posição dos professores significa o retorno imediato deles às salas de aulas, mas com a mobilização mantida “em estado de greve”.

A decisão foi influenciada pela determinação da Justiça, que no último dia 5 de junho decretou ilegal a greve do segmento, prevendo multas de R$ 100 (por aluno afetado) e mais R$ 10 mil para o Sindicato dos Professores do Estado do Ceará (Apeoc).

Fonte: O Povo Online

Anúncios